quarta-feira, março 22, 2006

Não sei quantas almas tenho


Não sei quantas almas tenho
Não sei quantas almas tenho
Cada momento mudei
Continuamente me estranho
Nunca me vi nem achei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma, não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,


Atento ao que sou e vejo
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem
Assisto à minha passagem
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.


Por isso, alheio, vou lendo,
Como páginas, meu ser.
O que se segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto a margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: “Fui eu?”
Deus sabe, porque o escreveu.


Fernando Pessoa


Quem sou eu na imensidão destes desejos contrários... de sonhos de pernas para o ar... e sentimentos paradoxais? Quem sou eu, diz-me tu que me levaste, que me trazes no peito sem me saber decifrar. Sou e não sou... Gosto e não gosto... Quero e não quero... E em tudo esta dualidade permanente, tu sabes, desconcertante. Entusiasmada ou entediada, olho-me mas jamais me leio, se tudo em mim são frases soltas que, um dia quem sabe, poderão fazer sentido. Continuo a procurar-me, sem nunca saber quem sou. Na minha demanda incansável por respostas, uma adolescência eterna. Doce é o sabor de novidade que há em tudo e vibro, num conhecimento virgem do mundo. Maravilho-me, reinvento-me, vivo de intensidade, de tempestades, de vertigens de prata. Há quem se espante, há quem comente, há quem já tenha tentado deixar de perceber... Se tudo é tão imprevisível, as sombras que alastram e as estrelas que desatam a brilhar, o riso e as lágrimas, os bocados de mim que vou deixando aqui e ali... E às vezes acho que já nem tento saber quem sou ou porque estou ou se quero estar. “Eu sou eu e as minhas circunstâncias”, disse alguém. Sim, eu sou este momento e tudo o que ele comporta. Amanhã... Bem, logo se verá.

4 comentários:

_Bismark_ disse...

Ha fotografias k sao k nem roteiro turistico..la ta o quarto do hotel, todo bonito, cheio de flores e claridade..kd chegas ao local...bem..é na cave e tem flores de plastico..:S..ha pessoas k sao mm uma grande decepçao..ja tive a minha dose..ms sabes..kd acertamos na pessoa..vale a pena..mas tem de ser akela pessoa k é parecida connosco sem ser parecida connosco..k diga sim dizendo nao..k inspire cada segundo do nosso dia, só por estar na nossa cabeça..k esteja presente, sem estar presente.."uma vez escrevi uma frase k era assim: "Mas não suporto a tua ausência, simplesmente porque tu nunca estas ausente" é isso k é uma relaçao..é isso k vale a pena "perdemos" o tempo a ter esperança..e eu th esperança..é algo k se aprende a ter fe.. :D

El Guerrilhero!! disse...

Sabes querida Sammy, o que descreves naquilo que descreveste e o que o doido do Pessoa está a tentar dizer ou demonstrar no seu poema é aquilo a que chamamos de VIDA!!!
Pois a Vida é sempre uma mudança constante, uma apreciação constante por tudo e por todos, e nós tampam estamos sempre a mudar com um único fim: encontrar a felicidade....
Em reposta á pergunta que puseste no meu Blog, a esperança é sempre a ultima a morrer alias nós somos um Povo que vive da esperança dai o verde na nossa mui amada Bandeira!!!!


Jinho grande carregado de saudades!!!


Marquês was here!!!!

_Bismark_ disse...

BOB DYLAN - You're A Big Girl Now

Our conversation was short and sweet
It nearly swept me off-a my feet
And I'm back in the rain oh oh
And you're on dry land
You made it there somehow
You're a big girl now.

Bird on the horizon sitting on the fence
He's singing his song for me at his own expense
And I'm just like that bird oh oh
Singing just for you
I hope that you can hear
Hear me singing through these tears.

Time is a jet plane it moves so fast
Oh but what a shame if all we've shared can't last
I can change I swear oh oh
See what you can do
I can make it through
You can make it too.

Love is so simple to quote a phrase
You've known it all the time I'm learning it these days
Oh I know where I can find you oh oh
In somebody's room
It's a price I had to pay
You're a big girl all the way.

A change in the weather is known to be extreme
But what's the sense of changing horses in midstream ?
I'm going out of my mind oh oh
With a pain that stops and starts
Like a corkscrew to my heart
Ever since we've been apart.

Para uma pessoa mt especial...
You're a big girl now. :)

Nancy disse...

"os bocados de mim que vou deixando aqui e ali..."rastos de uma vida, momentos jamais esquecidos, marcas profundas...o passado é inutil como um trapo mas deixa marcas=)*
Fernando Pessoa; boa escolha aamiga;adoro, venero F.P
beijinho no teu coraçao=)*