domingo, junho 25, 2006

Obrigada por serem luz...

Fotografia de Gonçalo Almeida

Às vezes, a vida dói. São tantos os momentos em que o medo faz descer a sombra entristecida da noite sobre nós... Às vezes, o olhar trai a subtil nostalgia de poder pouco mais do que nada para agarrar a réstia de esperança que nos escorrega por entre os dedos. É nessas alturas que percebemos que temos que entregar o nosso destino e confiar... e acreditar que cada obstáculo no nosso caminho nos aproxima um bocadinho mais do céu.

Para mim, o céu é todo o carinho dos que ficam, dos que não têm medo de olhar a minha dor nos olhos, dos que não se escondem atrás de frases feitas ou de optimismos de plástico, daqueles que me abraçaram e até dos que não disseram nada mas me fizeram sentir que eram âncoras que me prendiam à terra... Porque de vocês eu orgulho-me e por vocês vale sempre a pena lutar.

Faz-me sorrir, por mais triste que o meu sorriso seja, ver as estrelas que não deixam a escuridão roubar-me lágrimas à luz. É de coragem, de muita coragem, abdicar das próprias dores para ser um lugar seguro para o coração assustado de alguém. Se houve quem tivesse fingido não perceber a presença incómoda da tristeza ou quem fugisse, porque desta vez era eu que precisava que me insuflassem vida, também houve quem ficasse, quem não deixasse que me sentisse perdida, quem me mostrasse que a força está em mim e em todos os braços que deixaram a sua própria vida de lado para me virem erguer.

Não posso deixar de agradecer ao mundo, à vida, a Deus ou ao destino... Que eu fiz, que escolhi, que o universo quis para mim... Seja qual for a estrela que reja os meus passos, não posso deixar de agradecer por viver no seio de tanto amor e de tanta coragem. Que estes gestos sejam para mim um exemplo e que nunca eu deixe que os meus próprios problemas me fechem os olhos e me impeçam de estar livre para ser ponte para um lugar melhor.

Obrigada por haver tanta beleza à minha volta, tantos olhos carregados de genuína emoção, tantos pensamentos vestidos de uma preocupação autêntica. Obrigada por ter em casa o melhor exemplo de amor no seu estado mais puro e verdadeiro. Obrigada por haver quem pense em mim ao acordar, por haver quem fique ao meu lado quando o peso do caminho se torna maior do que eu, quem me estenda a mão quando a solidão espreita na esquina dos meus medos.

Obrigada por serem luz para mim...



6 comentários:

Bernardo disse...

Eu penso em ti ao acordar...e ao adormecer..e ao sair dos exames..e...e...e...
smp ;)
*********

Viking disse...

Tu és ponte... ponte para a eternidade! És a Centelha Divina que há vinte anos concede a maravilhosa certeza do Amor e da Pureza da existência.
Talvez aqueles que pensas serem um exemplo, são exactamente os que em ti têm a fonte de inspiração. Suspeito até, que certas atitudes que anotas como nobres, existam apenas porque "és" presente. A tua existência é para pessoas como eu, a certeza da eternidade. Obrigada a ti para sempre e em todos os momentos.

ana disse...

peço desculpa por ter invadido o teu espaço,o teu cantinho, mas enquanto procurava um blog encontrei o teu.Achei este texto lindo e identifico me imenso com ele.gostava de saber se foste tu que o escreveste?se sim dou te os meus parabens!

S. disse...

Olá Ana, agradeço-te a visita... És muito bem-vinda! Faz-me muito feliz saber que gostaste de ler o texto, que ele te disse alguma coisa, que teve um significado para ti... É esse o maior prazer de partilhar sentimentos :) Sim, fui eu que o escrevi. Os textos que não são meus são todos publicados com a identificação do autor. Obrigada pela atenção :) Volta sempre...

Anónimo disse...

I'll drown my beliefs
To have you be in peace
I'll dress like your niece
And wash your swollen feet

Just don't leave
Don't leave

I'm not living
I'm just killing time
Your tiny hands
Your crazy kitten smile

Just, don't leave
Don't leave

And true love waits
In haunted attics
And true love lives
On lollipops and crisps

Just dont leave, dont leave..
Don't leave.. dont leave

"radiohead"

Agora ja sabes.. True love waits...
Estás a sorrir ?
G.

El Guerrilhero!! disse...

Só vou dizer isto... Fiquei com uma lagrima a escorre-me no rosto depois de ter lido um texto tão sentido... Definitivamente tu és mesmo especial Sammy...
Em reposta ao teu comment, apenas digo esta frase: " o silencio é de ouro e as palavras de prata", é que ás vezes as palavras magoam e são muitas vezes ditas sem sentido, e muitas vezes ditas por pessoas por que nós temos um carinho enorme, um quase amor... Palvras tolas não chegam ao Céu, diz o povo, mas magoam... Eu perdoo , mas a ferida fica e vai passando, mas será dificilmente esquecida... E acima de tudo eu quero que as pessoas vejam e percebam o meu verdadeiro valor, não sou um Martir, nem um exemplo... Mas quero ter o meu cantinho de Céu que nunca mais chega...


Jinhos queridos Sammy!!

Marquês was here!!